PRINCIPAIS ÁREAS DE ATUAÇÃO

O que compõe o trabalho do Médico Geriatra:

AVALIAÇÃO PREVENTIVA DE SAÚDE
Muitas doenças e complicações podem ser evitadas com diagnostico precoce ou identificação de fatores de riscos para desenvolvimento dessas doenças. Por isso, a avaliação médica periódica é importante, através de informações coletadas na consulta como sintomas ou antecedentes, exames físicos e exames complementares é possível a identificação desses fatores de risco e o diagnóstico de doenças potencialmente graves.
OSTEOPOROSE
A Osteoporose é uma doença silenciosa, muitos pacientes só descobrem o diagnóstico após uma fratura, principalmente de fêmur e de vertebras da coluna podem ser catastróficas na vida de um idoso, contribuindo para uma piora da qualidade de vida com dor, imobilidades e incapacidades. O tratamento pode prevenir fraturas e contribuir para melhora da saúde óssea, sabidamente tão importante para um envelhecimento ativo.
ACOMPANHAMENTO DE DOENÇAS CRÔNICAS
Com o envelhecimento, torna-se frequente o surgimento de doenças crônicas que precisam de tratamento, acompanhamento médico regular, para assim evitar complicações, hospitalizações e risco de piora da saúde no geral.
DOR
A dor é uma das queixas mais frequentes no consultório de quase todos os médicos, principalmente no geriatra. Diversas condições osteo degenerativas, neurológicas e oncológicas, podem causar dor e é frequente o receber do paciente que acha que conviver com a dor é normal.
SARCOPENIA
Sabemos que a partir dos 50 anos perdemos cerca de 1% de massa muscular por ano. A perda significativa de massa e força muscular, sarcopenia, além de causar sintomas como fadiga e cansaço causa redução mobilidade, limitação para as atividades cotidianas e aumento do risco de quedas, entre outras consequências. É possível através de mudanças de estilo de vida prevenir a sarcopenia e com alguns tratamentos como a suplementação e fortalecimento muscular melhorar essa situação.
DOENÇA DE ALZHEIMER
A doença de Alzheimer é a causa mais comum de demência em todo o mundo, inclusive no Brasil, trata-se de uma doença neuro degenerativa, com aumento significativo do risco de desenvolver a doença a partir de 65 anos. Existem vários fatores de risco e proteção para doença que devem ser observados ao longo de toda a vida, por isso manter um estilo de vida saudável, ativo, físico e psiquicamente, é muito importante para a prevenção. No momento, não existem tratamentos curativos, mas alguns tratamentos podem diminuir a velocidade de progressão da doença e garantir melhor a qualidade de vida.
DEPRESSÃO/ANSIEDADE
A depressão e ansiedade, são prevalentes na nossa população e na atual pandemia, aumentou muito essas
INSONIA
A insônia também é frequente e pode estar relacionada a depressão, ansiedade, dor, entre outros sintomas. É importante identificar as possíveis causas e o tratamento mais adequado para cada caso, lembrando que, algumas medicações utilizadas podem ter efeitos colaterais indesejáveis aos idosos.